Portugal
España
programasycooperacion peq

Programas y cooperación

eixoecologia peq

Eixoecologia

estrategiaeuropea peq

Estrategia Europea

A modernização da Linha do Minho, entre Nine e Valença/Fronteira

Viernes, 21 Julio 2017 11:20

Artigo da Direção de Gestão de Empreendimentos sobre a linha de Comboio do Minho

A Modernização da Linha do Minho é um dos projetos prioritários definidos no Programa Ferrovia 2020 que pretende privilegiar os investimentos que contribuam para o aumento da competitividade da economia, designadamente, reduzindo custos de contexto das exportações nacionais e, consequentemente, fomentado o crescimento da atividade económica, a empregabilidade e o desenvolvimento do tecido empresarial português.
A Linha do Minho, em funcionamento desde o final do século XIX, faz parte integrante da região do Minho. Desenvolve-se na direção norte-sul, entre a estação de Porto Campanhã e Valença do Minho paralelamente ao litoral.
A região é servida por boas infraestruturas logísticas, como o aeroporto do Porto, Vigo e Santiago de Compostela e os portos de Leixões, de Viana do Castelo e Vigo, assim como de importantes acessibilidades, nomeadamente a A3, autoestrada do Minho (Porto - Valença), a A28, autoestrada do Litoral Norte (Porto - Caminha), a A27 (Viana do Castelo - Ponte de Lima) e o IC28 (Ponte de Lima - Ponte da Barca).
A Linha do Minho atravessa áreas de cariz alternadamente urbano e rural onde o povoamento disperso é predominante. A via desenvolve-se em territórios aplanados evitando as áreas de hipsometria mais elevada onde seria difícil vencer os desníveis sem recorrer a obras de arte de grande envergadura, de execução difícil à época da sua construção (segunda metade do século XIX).

 

Objetivos e descrição geral dos trabalhos
A Modernização da Linha do Minho tem como principal objetivo a criação de condições para tornar o transporte ferroviário mais competitivo na ligação a Espanha e nas ligações inter-regionais do grande Porto com o Minho litoral, através da melhoria das condições de operação da linha e de segurança, com redução dos tempos de percurso e custos operacionais, como resposta ao potencial crescimento de procura nas relações do norte de Portugal com a Galiza, assegurando ainda, simultaneamente, a melhoria da qualidade do serviço, traduzida em pontualidade e fiabilidade do horário e redução da sinistralidade nos atravessamentos de nível.

 

Em termos gerais, a modernização visa:
-    Reduzir o tempo de trajeto, em consequência da utilização de comboios de tração elétrica e da eliminação da rotura de carga em Nine.
-    Aumentar a eficiência e atratividade do transporte ferroviário de mercadorias, ao permitir a circulação de comboios de mercadorias com 750 m de comprimento;
-    Aumentar a capacidade da Linha do Minho para o triplo da atual: de 15 comboios de 300 m por dia para 20 comboios de 750 m;
-    Aumento da segurança e da fiabilidade da exploração ferroviária, em resultado da Instalação de novo sistema de sinalização e telecomunicações;
-    Aumento da segurança ferroviária e rodoviária, em resultado da supressão e automatização de passagens de nível e construção de desnivelamentos.

 

Consiste fundamentalmente na eletrificação entre Nine e Valença/Fronteira, concretamente entre o pk 39+400 e o pk 131+449, numa extensão aproximada de 92 km em via única, cuja construção está a ser desenvolvida em duas empreitadas, designadamente, a primeira no troço entre Nine e Viana do Castelo e a segunda no troço entre Viana do Castelo e Valença, tendo já sido iniciada a correspondente ao primeiro troço. Nestas empreitadas, incluem-se ainda intervenções em túneis e pontes, estações e apeadeiros. Esta eletrificação será ainda executada até à futura zona de separação de sistemas, ao pk 131+835, em que se fará a ligação futura à infraestrutura de catenária da empresa congénere ADIF, de Espanha.
Faz também parte da modernização uma empreitada autónoma de conceção/construção, também já em curso, da nova Subestação de Tração Elétrica e dos Postos Autotransformadores necessários à eletrificação da Linha do Minho.
Ainda no âmbito desta modernização, os troços Nine-Viana do Castelo e Viana do Castelo-Valença/Fronteira, atualmente dotados de sinalização mecânica e eletromecânica em algumas estações, serão dotados de sinalização eletrónica comandada por duas novas estações de concentração a localizar na Estação de Viana do Castelo, e incluído o seu telecomando no CCO do Porto. Será ainda dotado de controlo automático de velocidade (ATP) de novos sistemas de telecomunicações incluindo comunicações móveis GSM-R e telecomando de catenária. Serão ainda automatizadas passagens de níveis e de atravessamentos pedonais existentes e integradas as passagens de níveis já automatizadas nos novos sistemas de sinalização.
Foram já executadas obras de supressão de algumas passagens de nível e construção de desnivelamentos, no concelho de Barcelos, estando ainda prevista a reavaliação dos riscos e soluções para a concretização de eliminação de outras passagens de nível existentes.

 

Principais condicionalismos na execução dos trabalhos
A existência de uma linha em exploração ferroviária e com estações e apeadeiros em funcionamento constitui a principal condicionante para a execução dos trabalhos, uma vez que a execução dos mesmos resulta do facto destes terem de ser executados, quer sobre a linha em exploração, quer em zonas muito próximas desta. Nestas condições, os trabalhos a executar exigirão especiais cuidados de segurança e de garantia da integridade/proteção da infraestrutura ferroviária existente.
Assim, e porque é imperioso manter em exploração a Linha do Minho com um horário fiável e sustentado, a realização dos trabalhos desta empreitada só podem ser executados durante períodos de tempo limitados, maioritariamente em período noturno, o que torna a construção deste empreendimento ainda mais exigente.

 

Calendário e Investimento global
De acordo com os objetivos definidos para este empreendimento, prevê-se a conclusão dos trabalhos da Modernização da Linha do Minho em 2019, totalizando assim um investimento global de cerca de 83 milhões de euros, em que cerca de 70% deste valor será suportado por fundos comunitários do programa Portugal 2020.
Por fim, importa salientar que as intervenções previstas estão alinhadas com o objetivo nacional de reforço estratégico da ligação ferroviária Porto-Vigo, reafirmado na Cimeira Luso-Espanhola realizada em maio passado.

 

Autores do artigo: Luís Silva Marques, António Mota e Fernando Martins.

Eixo Atlántico

El Eixo Atlántico del Noroeste Penínsular
es un organismo sin ánimo de lucro
que se dedica a apoyar todas
aquellas iniciativas que fomenten la
cooperación transfronteriza.

Colaboran

Entidades colaboradoras

Contactar

Si desea contactar con
nosotros puede hacerlo
entrando aquí

Cookies

Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios. Si continúa navegando, consideramos que acepta su uso. Saber más

Acepto

Información Adicional

Cookie es un fichero que se descarga en su ordenador al acceder a determinadas páginas web. Las cookies permiten a una página web, entre otras cosas, almacenar y recuperar información sobre los hábitos de navegación de un usuario o de su equipo y, dependiendo de la información que contengan y de la forma en que utilice su equipo, pueden utilizarse para reconocer al usuario. El navegador del usuario memoriza cookies en el disco duro solamente durante la sesión actual ocupando un espacio de memoria mínimo y no perjudicando al ordenador. Las cookies no contienen ninguna clase de información personal específica, y la mayoría de las mismas se borran del disco duro al finalizar la sesión de navegador (las denominadas cookies de sesión).

La mayoría de los navegadores aceptan como estándar a las cookies y, con independencia de las mismas, permiten o impiden en los ajustes de seguridad las cookies temporales o memorizadas.

Sin su expreso consentimiento –mediante la activación de las cookies en su navegador– eixoatlantico.com no enlazará en las cookies los datos memorizados con sus datos personales proporcionados en el momento del registro o la compra.

¿Qué tipos de cookies utiliza esta página web?

- Cookies técnicas: Son aquéllas que permiten al usuario la navegación a través de una página web, plataforma o aplicación y la utilización de las diferentes opciones o servicios que en ella existan como, por ejemplo, controlar el tráfico y la comunicación de datos, identificar la sesión, acceder a partes de acceso restringido, recordar los elementos que integran un pedido, realizar el proceso de compra de un pedido, realizar la solicitud de inscripción o participación en un evento, utilizar elementos de seguridad durante la navegación, almacenar contenidos para la difusión de videos o sonido o compartir contenidos a través de redes sociales.

- Cookies de personalización: Son aquéllas que permiten al usuario acceder al servicio con algunas características de carácter general predefinidas en función de una serie de criterios en el terminal del usuario como por ejemplo serian el idioma, el tipo de navegador a través del cual accede al servicio, la configuración regional desde donde accede al servicio, etc.

- Cookies de análisis: Son aquéllas que bien tratadas por nosotros o por terceros, nos permiten cuantificar el número de usuarios y así realizar la medición y análisis estadístico de la utilización que hacen los usuarios del servicio ofertado. Para ello se analiza su navegación en nuestra página web con el fin de mejorar la oferta de productos o servicios que le ofrecemos.

- Cookies publicitarias: Son aquéllas que, bien tratadas por nosotros o por terceros, nos permiten gestionar de la forma más eficaz posible la oferta de los espacios publicitarios que hay en la página web, adecuando el contenido del anuncio al contenido del servicio solicitado o al uso que realice de nuestra página web. Para ello podemos analizar sus hábitos de navegación en Internet y podemos mostrarle publicidad relacionada con su perfil de navegación.

- Cookies de publicidad comportamental: Son aquéllas que permiten la gestión, de la forma más eficaz posible, de los espacios publicitarios que, en su caso, el editor haya incluido en una página web, aplicación o plataforma desde la que presta el servicio solicitado. Estas cookies almacenan información del comportamiento de los usuarios obtenida a través de la observación continuada de sus hábitos de navegación, lo que permite desarrollar un perfil específico para mostrar publicidad en función del mismo.

- Cookies de terceros: La Web de eixoatlantico.com puede utilizar servicios de terceros que, por cuenta de google.com, recopilaran información con fines estadísticos, de uso del Site por parte del usuario y para la prestacion de otros servicios relacionados con la actividad del Website y otros servicios de Internet.

En particular, este sitio Web utiliza Google Analytics, un servicio analítico de web prestado por Google, Inc. con domicilio en los Estados Unidos con sede central en 1600 Amphitheatre Parkway, Mountain View, California 94043. Para la prestación de estos servicios, estos utilizan cookies que recopilan la información, incluida la dirección IP del usuario, que será transmitida, tratada y almacenada por Google en los términos fijados en la Web Google.com. Incluyendo la posible transmisión de dicha información a terceros por razones de exigencia legal o cuando dichos terceros procesen la información por cuenta de Google.

Showcases

Background Image

Header Color

:

Content Color

: